vendredi 19 octobre 2007

Experiencias antropologicas na terra da baguete


O primeiro dia eh soh experiencia antropolgica!!!! A primeira impressâo da França nao foi boa... o primeiro comercial que eu vi foi do HSBC (numa sanfona de levar passageiros atê o aviâo), aquele banco filho da puta q me roubava salârio em teresopolis!!!! Logo depois de pegar a mala vi dois caras do exercito circulando pelo aeroporto como se fossem parar o proximo atentado terrorista. Coisas da dupla benigna-do-bem-somos-melhores-que-vocês Bush-Sarkozy.Para alem do bem e do mal continei caminhando contra o vento (...) ateh pagar a fatidicaquantia de € 8,20 (um assalto msm para o povo da terra da baguete) para ir de trem RER (trem q vai p o suburbio) do Aeroporto Charles de Gaulle, que fica no norte, e a cité universitaire, no sul. Entâo cheguei na Maison du Bresil, na Cité Universitaire de Paris. A proxima foto serah da cité: foda, parece campus de faculdade americana, dessas harvard da vida q aparece em cinema americano!!! Mas chegar na terra da baguete sem conhecer nada eh foda... fui catando brasileiro pra me explicar as coisas... Mas tava muito virado... uma noite sem dormir no brasil e mais uma sem dormir no aviâo!!! tava quebrado!!! Mas nâo pude resistir a experiencias antropologicas no centro da cidada amor. Mas antes comi no bandeijâo da Cité, que naquele dia estava bom mas q desde entao soh tem piorado, o que me fez passar a comprar comida congelada para comer, q aqui eh muito barato. Alias essa questâo do preço e da Europa ser cara serah discutido em outro texto.... Enfim uma lasanha de um quilo sai por 2 euros, jah 4 tictacs custam 2,20!!! Passei a comer em casa ou junto com o Marco e a Renata, casal q conheci no dia seguinte a minha chegada. Falerei deles em outra oportunidade. A questao eh que no primeiro dia nao sabia nem como pagar e o q comer no bandeijao (ha varias opçoes de prato, a mais barata por 2,80!). Por sorte encontrei essa gente bronzeada que nao desiste nunca -brasileiros, eh claro - e me ajudaram na configuraçao socio-espacial da minha bandeija. Jah comido (ha!) larguei tudo e parti pra o centro para ver porque Paris eh o que eh (talvez devesse ir aos suburbios). No metro os brasileiros me ajudaram a comprar o ticket semanal -muito mais em conta - e parti para Notre Dame!!! Jah pensando na melodia... "notre dame, donne moi ta main (nossa senhora, me dê a mâo.... cuida do meu coraçâo". Nâo sei se foi nesse dia, mas uma das maiores experiencias antropologicas (de agora em diante chamarei de EA) aqui na França eh o metro, vulgo TATUZÂO: eh incrivel como ele chega em todo lugar, tem trens antigos tem novos, de um e dois andares, apertados e aconchegantes (como os do RJ), longos e curtos... e o mais incrivel: a linha 4, acho q uma das mais antigas, tem pneu em vez de roda de ferro!!!!! Bizarrissimo!!! O tramway, trens urbanos comuns na Europa, parecidos com bondes tb sâo estranhos. De uma belezq estranha....Mas chegando lah na Vossa senhora, vossa e nao nossa!!!!, o negocio e mesmo de espantar!!! A Votre Dame eh mesmo impressionante, ainda mais se pensarmos q foi construida em 1200 e alguma coisa, antes de haver qualquer ponto cruzando o rio. Tudo foi levado a barco: pedra, entulho, telhas, estatuas. Na porta tem varias estatuas de figuraças da igreja. reza a lenda q cada uma tem uma cara diferente, mas nao consegui perceber nada alem da atmosfera assustadora da idade media. No entanto percebi q uma das estatuas, na porta da esquerda segura a propria cabeça nas maos....deve ser uma figuraça santa da igreja q foi decapitada (em honra do senhor, irmao! pela gloria do senhor, irmao)... Quantas decisoes mafiosas jah nao foram tomadas sob aquelas paredes, eh o q se pensa a cada tijolo, a cada estatua, a cada banco visto. Quantos revolucionarios das diversas revoluçoes francesas nao quiseram coloca-la abaixo, mas ela ainda estah lah...Mas o q faz Paris bela eh o rio. Alias beleza de Paris eh muito estranha... talvez seja uma beleza pela irregularidade... nao ha esquinas em angulos retos... nao ha quarteiroes como no Brasil... tudo parece ser vielas, becos, ruelas, dirigir aqui deve ser um inferno!!!Apesar de tudo, ou por isso msm, tem muitas motos aqui... mas nada comparavel a minha lambreta.... soh motâo - com proteçao para frio, um cobertos.... tem ate moto coberta, moto c duas rodas... na frente! Mas se ao msm tempo Paris eh irregular, estranha, apertada, velha, o rio parece ser o contrario de tudo isso. Eh grande, parece guiar a cidade, e apesar de ser quase monocromatico como ela, parece colorir Paris.Naquele dia estava mto cansado, acho q fica claro na minha cara. Duas noites sem dormir... consegui dar umas voltas por Paris, ali por perto, ateh a Saint German de Prês, Hotel de Ville (prefeitura), beirada do Louvre; tudo eh novo, tudo diferente; tudo eh EA.Voltei pra Maison antes do anoitecer,ateh porque anoitece tarde aqui - lah pras 20h.Fui dormir,e acordei no dia seguinte sem saber onde estava,com muita dor nas costas. DORES DO PARTO!

7 commentaires:

Alvim Bellis a dit…

Grande "Osseé"!!!

O blog ficou bem legal, vai ser possível acompanhar as "ossices" que fizeres por aí.

Foi mal não ter comparecido na despedida, mas eu tava todo enrolado, principalmente porque você arranjou de se despedir no fim de semana do meu aniversário. Enfim, fica pra volta.

Abraços, camarada!
Alvim Bellis.

Sapo a dit…

Le Président, il n'ira pas rester longtemps sans se faire de copine, c'est certain.Si !..... Sua mãe manda lembrá-lo que gostaria de ter notícias suas.Quanto ao pão, na Casa Brasil estão servindo o "nosso pão dormido"; tive mais sorte, comi um bom pão francês por aí, embora levado no "suvaco" e sem papel.Beijos, tia Luizaura

Paulita a dit…
Ce commentaire a été supprimé par l'auteur.
Paulita a dit…

Que blog mais parado...
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

Junior a dit…

Salut, mon cher Gustavo... Fiquei mt feliz quando Daniel me contou q estava em Paris, meu sonho de consumo de todas as noites!!! Espero que esteja se divertindo mt por aí... Paris é realmente uma cidade estupenda, n'est-ce pas? Et la langue? Comment tu te passes avec elle??? Ça va??? Mesmo escolhendo um péssimo período pra viajar pra Europa (está começando o outono), não deixe de conhecer o subúrbio - Belleville, Ménilmontant, Barbès, etc... Acho q vai gostar mt, principalmente se deseja fazer uma pesquisa mais "antropológica" de como vivem os franceses. O centro de paris está sempre invadido por turistas et n'est pas là où la vraie vie se passe!!! Por favor, beba um delicioso café no Deux Magots (ou em qq outro café do Quartier Latin) e não deixe de fazer um pipi no banheiro subterrâneo q tem bem em frente a Place de la Madeleine, que dá vistas pra Fauchon... É um lindo banheiro art-nouveau do séc.XIX!!!! Daniel me disse que a Raquel também vai em dezembro. Muito maneiro!!!! Aproveite bem todos os dias nesta maravilhosa cidade!!!

Elci Júnior.

Junior a dit…

ô, Gustavo... S'il te plaît, met de sous-titrés dans tes portraits!!!

Júnior, amigo do Dani...

Ana Paula a dit…

Quero uma declaração nominal pelo convite para Proviins, como assim "alguns amigos"? Brincadeira!!
Muito bacana a idéia do blog e escrever e pensar sobre esta experiência!!
Beijos, Ana